Publicado por Redação

As plantas com propriedades medicinais são utilizadas para tratar diversas condições de saúde desde tempos imemoriais. No entanto, é preciso conhecermos as propriedades, os benefícios e as contraindicações de cada uma delas para que haja nenhum risco à nossa saúde.

Uma das plantas medicinais que podemos utilizar é a abóbora de serpente, que possui propriedades laxantes e é indicada para tratar vermes.

As características da abóbora de serpente

A abóbora de serpente, de nome científico trichosanthes sanguinea, é uma planta pertencente à família das cucurbitaceae. Originária da Índia, é também conhecida por outras denominações, como pepino de cobra e serpentina.

Trata-se de uma trepadeira que possui fruto comestível e propriedades fitoterapêuticas, sendo que as suas partes utilizadas são as frutas e as raízes. O princípio ativo da abóbora de serpente é a tricosantin, uma proteína de inativação ribossômica. Nos dias de hoje, o principal fornecedor desta proteína é a Tian-Hua-Fen, uma planta com propriedades medicinais originária da China e que pertence à mesma família da abóbora de serpente.

Imagem de abóbora verde pendurada em parede

Foto: Depositphotos

As propriedades medicinais e as indicações de uso

Dentre as propriedades medicinais da abóbora de serpente estão as seguintes:

  • Laxante;
  • Anti-helmíntica;
  • Aperiente;
  • Purgativa;
  • Vermicida;
  • Vermífuga

Esta planta somente é indicada para auxiliar no tratamento de vermes. Há, ainda, alguns estudos em desenvolvimento para a criação de um medicamento que poderia auxiliar no tratamento da AIDS.

Efeitos colaterais e contraindicações

Não foram encontrados efeitos colaterais e contraindicações para a abóbora de serpente na literatura consultada, mas lembre-se que o uso de produtos naturais também pode ser muito perigoso para a sua saúde. Existem muitas plantas que possuem substâncias contraindicadas para gestantes, crianças e indivíduos com algum problema de saúde. Além disso, consumir um produto natural em quantidade inadequada pode causar efeitos colaterais em qualquer indivíduo.

Antes de iniciar qualquer tratamento – seja ele natural ou não – é necessário consultar um especialista de sua confiança.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.