Publicado por Redação

A planta conhecida como agave é de porte mediano e tem uma folhagem dura e alongada, bastante similar às das palmeiras brasileiras. Essa planta, no entanto, é típica das regiões da América do Norte, e no México está concentrada a maior parte de sua população.

Amplamente usada na gastronomia, a planta é usada como matéria prima para a produção de doces, além da tequila, bebida mexicana bastante famosa ao redor do mundo.

Os benefícios são conhecidos há muito tempo, desde os povos astecas, que consideravam a planta agave um alimento sagrado que era, inclusive, bastante consumido em celebrações religiosas.

A planta parece um cacto, e dela é extraído um néctar que, quando filtrado, pode ser usado como adoçante substituto ao açúcar e ao mel, sendo menos calórico que ambos. A coloração desse néctar é bastante semelhante à do mel, mas a sua textura é mais suave.

Agave

Foto: Reprodução/ internet

Benefícios e propriedades

O agave possui baixo índice glicêmico e, por isso, pode ser consumido como adoçante sem causar problemas que o açúcar causa, como o ganho de peso e aparecimento de doenças graves, podendo ser usado, inclusive, por pacientes diabéticos, mas nesse caso é importante que haja o consentimento de seu médico.

O vegetal se transforma em glicose no organismo humano mais lentamente que o açúcar refinado, de forma que não demanda uma liberação exagerada da insulina por parte do pâncreas, o que ajuda a evitar o acúmulo de gorduras. Graças a isso, a planta pode ser usada amplamente por aqueles que desejam não só emagrecer, mas também melhorar a saúde do corpo.

O agave pode ser encontrado no comércio em sua forma orgânica, que além dos outros benefícios, ajuda a fornecer ferro, cálcio e magnésio ao corpo, substâncias em que é rico. A planta ajuda a combater prisão de ventre e distúrbios digestivos, além de atuar como emoliente e ajudar na prevenção contra a osteoporose. O agave conta com benefícios bastante semelhantes aos da aloe vera, e pode ser encontrada em mais de 100 espécies diferentes.

Como consumir?

A planta, como mencionamos anteriormente, pode ser consumida na forma de adoçante, e tem poder de adoçar três vezes mais do que o açúcar comum. Pode ser usado para adoçar sucos, café, chá, mas também para fabricação de doces e bolos, inclusive mousses.

Contraindicações e precauções

A planta é contraindicada para gestantes. Não foram encontradas interações medicamentosas nem problemas associados à ingestão em grandes quantidades.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.