Publicado por Redação

O agrião bravo, também conhecido como jumbu pequeno, camela, jambú, jambuaçú, agrião do brasil, agrião do mato, entre outros, tem nome científico acmella uliginosa e pertence à família das asteraceae, composta por 62 espécies. Sua origem é da América Tropical, sendo mais comum na região do Nordeste, especialmente nas serras frescas. A planta, quase rasteira, pode chegar aos 30 centímetros de altura apenas, e pode ser cultivada a partir de suas sementes, desde que em condições semelhantes às de seu ambiente natural.

Toda a planta pode ser usada para fins medicinais, mas a flor, principalmente, tem propriedades benéficas à saúde.

Propriedades e benefícios

O agrião bravo possui propriedades anestésica, aromática, descongestionante do baço, digestiva, estomáquica, excitante, hepática, nevrálgica, tônica, silagoga e vesicante. É muito usada como medicamento natural para o tratamento de afecções como ferimentos da boca, formigamentos da mesma região ou dores de dente. Para isso, mastigue um pedaço da flor ou coloque em contato com as lesões, como aftas, cáries, entre outros durante aproximadamente 2 minutos.

Agrião bravo

Foto: Reprodução/ internet

Use a tintura preparada por maceração (flores até a metade do recipiente, 1 parte de álcool para três de água.

Alguns dentistas usam a preparação com as flores da planta para aplicar na gengiva para amenizar a dor da picada da agulha, quando é o caso de anestesias locais.

Além disso, a planta é usada ainda como tempero para peixes e crustáceos, além de aves.

Como preparar a tintura

Para preparar a tintura, usada no tratamento das dores de dente, você vai precisar de:

– Botões florais de agrião bravo
– Álcool 70%
– Água fervida e filtrada

Lave bem os botões florais em água corrente e coloque em um frasco com boca larga até a borda. Em seguida, adicione álcool até a metade do recipiente e complete com a água fervida e filtrada. Feche e deixe em maceração durante cinco dias.

Passado esse período, filtre com um algodão e guarde a solução resultante em vidros bem fechados. Quando bem conservado, seu prazo de validade é de três meses.

Para aplicar, passe com o auxílio de um algodão, gaze ou cotonete, sobre a parte dolorida do dente ou da gengiva.

Cuidados e contraindicações

A planta é contraindicada para gestantes, e pacientes que fazem uso de medicamentos contínuos devem consultar um médico antes de fazer uso da receita. O contato com a garganta deve ser evitado, uma vez que pode provocar paralisia da glote – transitória, porém, perigosa.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.