Publicado por Redação

Registrada até em papiros egípcios, a alcaçuz é uma leguminosa de nome científico Glycyrrhyza glabra muito utilizada na medicina alternativa em países como Portugal, Espanha, Itália, Grécia e no Oriente.

Conhecida também como raiz doce, pau doce, salsa ou regaliz, a planta possui raiz de sabor doce e, através dela, é feito um xarope utilizado em receitas de bolos e doces e no processo de produção e fermentação de cervejas. Já suas folhas são utilizadas em tratamentos naturais.

Planta alcaçuz

Foto: Reprodução

Alcaçuz como remédio natural

Embora utilizado há milhares de anos, foi recentemente que o alcaçuz teve seus princípios medicinais comprovados. Entre os benefícios da planta está o tratamento dos sintomas da gripe e do resfriado, o controle das disfunções hormonais e o combate aos problemas relacionados ao fígado.

Propriedades do alcaçuz

Rico em saponósitos, triterpenoides, flavonas, esteroides e amido, o alcaçuz age como anti-inflamatório, antiespasmódico, antiviral, antifúngico, antimicrobiano, antioxidante, antitóxico, antisséptico, expectorante, mucolítico, antitússico e diurético.

Benefícios

  • Trata inflamações
  • Ameniza infecções
  • Regula a produção hormonal
  • Controla o ph do estômago
  • Combate gastrite
  • Trata úlceras
  • Combate doenças virais
  • Previne o envelhecimento precoce
  • Elimina toxinas
  • Auxilia no funcionamento dos rins
  • Melhora a qualidade do sangue
  • Trata furúnculos
  • Age como expectorante
  • Diminui a tosse
  • Combate as alergias respiratórias
  • Limpa os pulmões
  • Diminui a sinusite
  • Combate a bronquite
  • Evita a rouquidão
  • Trata dermatites
  • Acaba com o mau hálito
  • Previne infecções urinárias
  • Melhora o funcionamento intestinal
  • Aumenta a fertilidade

E tem mais: pesquisas comprovaram que suas substâncias são capazes de tratar problemas nas supras-renais, glândulas responsáveis pela produção dos hormônios que controlam o estresse. Portanto, age como um calmante natural e acaba com o estresse causado pelo dia a dia.

Efeitos colaterais

Se ingerido em alta dosagem o chá de alcaçuz pode causar dores de cabeça e abdominais, retenção de líquidos, hipertensão e insuficiência respiratória.

Contraindicações

O chá de folha de alcaçuz é contraindicado para gestantes, lactantes, idosos, crianças, hipertensos e mulheres que fazem uso de métodos anticoncepcionais.

Chá de alcaçuz

Além do xarope utilizado em confeitarias e cervejarias, o alcaçuz pode servir de ingrediente para chás curativos. Neste caso, as folhas das plantas são utilizadas.

Para fazer o chá medicinal de alcaçuz basta ferver 2 colheres de sopa da folha da planta com ½ litro de água e deixar no fogo até ferver. Depois, abafe o chá por 10 minutos.

A ingestão deve ser de até 3 xícaras ao dia. Uma em jejum e as outras duas antes das principais refeições – almoço e jantar.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.