Publicado por Redação

Com o nome científico de Schinus terebinthifolius Raddi, a planta aroeira é muito conhecida por seus efeitos medicinais, principalmente para tratar males transmissíveis através de relações sexuais. Originária do Brasil, a planta pode ser regionalmente conhecida como aroeira mansa, aroeira vermelha, corneíba ou aroeira da praia. Pertencente à família Anacardiaceae, a planta ganha cada vez mais espaço no mercado farmacêutico, sendo utilizada para a composição de sabonetes íntimos ou em pedra, além de outros utilitários.

Aroeira

Foto: Reprodução

Propriedades e constituintes

A planta aroeira possui entre suas propriedades principais:

  • Anti-inflamatórias;
  • Antifúngicas;
  • Antimicrobianas;
  • Antioxidantes;
  • Adstringentes;
  • Balsâmicas;
  • Cicatrizantes;
  • Depurativas;
  • Diuréticas;
  • Estimulantes
  • Tônicas.

Pode-se encontrar na constituição da planta aroeira, riqueza em flavonoides, esteroides, triterpenos e taninos, responsáveis pelas propriedades acima citadas.

Benefícios

O uso da planta aroeira é indicado para diversos problemas e males, como os abaixo citados:

  • Azia;
  • Artrite;
  • Bronquite;
  • Candidíase;
  • Cistite;
  • Dores de dente;
  • Distensão de tendões;
  • Diarreia;
  • Febre;
  • Gastrite;
  • Íngua;
  • Infecções da região íntima;
  • Reumatismo;
  • Sífilis;
  • Tosse;
  • Úlceras.

É importante frisar que, embora estudos comprovem a eficácia do uso de aroeira no tratamento das doenças e males citados, não se deve em hipótese alguma medicar-se por conta própria, sem a orientação correta de um médico de confiança. Em alguns casos, apenas a medicina natural poderá não resultar na cura esperada, devendo ser coadjuvante em um tratamento medicamentoso ou farmacêutico. Sempre busque auxílio médico!

Modo de usar

Para consumir a aroeira em forma de chá, leve ao fogo 1 litro de água, juntamente com 100 gramas de pó das cascas da planta. Deixe ferver por 10 minutos, então coe e aguarde amornar com o recipiente tampado. Quando a temperatura estiver adequada, beba meio copo do chá de aroeira, uma vez ao dia, e repita o procedimento até que o chá acabe.

Se você sofrer de infecções íntimas ou doenças sexualmente transmissíveis, como a candidíase, deverá optar pelo banho de assento. Leve ao fogo 3 colheres de cascas de aroeira picadas, juntamente com meio litro de água. Deixe ferver por 15 minutos, então coe e o despeje num recipiente limpo, no qual poderá sentar-se – sempre após a devida higienização da parte íntima, para não correr riscos de carrear bactérias – e o faça com a água razoavelmente quente, quase morna. Permaneça até 05 minutos após a água ter esfriado, então a jogue fora e repita o procedimento nos próximos dias, durante uma semana.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.