Publicado por Redação

A arruda (Ruta graveolens), também conhecida popularmente como arruda-fedida, arruda-doméstica e arruda-dos-jardins, é uma planta da família das Rutáceas. A planta tem um cheiro forte provocado pelo seu óleo, possui caule lenhoso, folhas carnudas, pequenas flores de tom verde-amareladas e pode chegar a atingir até um metro de altura. É cultivada em várias regiões do mundo como planta medicinal, sendo muito utilizada para a preparação de chás e é comum encontrá-la nos quintais e jardins das casas.

Desde a Grécia Antiga, a planta é utilizada para afastar o mau-olhado e passou a ser usada também em benzimentos e por benzedeiras em suas rezas. A arruda é composta por óleo essencial, flavonoides, metilnocilcetona, furacumarinas, alcaloides, taninos e rutina, que é a responsável por fornecer resistência aos vasos sanguíneos.

Arruda

Foto: Reprodução

Propriedades e benefícios da arruda

A arruda possui propriedades adstringente, analgésica, antiasmática, antiespasmódica, anti-inflamatória, anti-hemorrágica, antiepilética, anti-histérica, antinevrálgica (redução de dores do sistema nervoso), antitetânica, carminativa (eliminadora de gases intestinais) e calmante.

Indicações

A planta trata inflamações nos olhos e olhos cansados, insônia, pneumonia, onicomicose, prisão de ventre, feridas, piolhos, varizes, vermes, sarna.

É utilizada também em casos de atrasos menstruais, pois a arruda estimula o útero e provoca o sangramento menstrual. Mulheres grávidas não devem utilizá-la!

Como utilizar a arruda?

A arruda pode ser usada nas formas de infusão, maceração e tintura:

  • Infusão: Usar de 2g a 3g de folhas secas para um litro de água fervente. Tomar duas xícaras ao dia.
  • Maceração: Adicionar uma colher (café) de folhas em uma xícara (café) de água quente, deixar tampado por 5 minutos. Tomar três vezes ao dia.
  • Tintura para tratamento de sarna: Colocar um copo de folhas em um litro de álcool e deixar por uma semana.
  • Infusão para piolhos e sarna: Adicionar 20g de folhas frescas em um litro de água quente.
  • Para combater a conjuntivite: Amolecer as folhas da arruda com água mineral. Após isso, embeber um chumaço de algodão nessa água. Aplicar sobre os olhos fechados. As folhas também podem ser fervidas antes, mas devem estar em temperatura ambiente.
  • Para vermes: Deixar um litro de água ferver por 20 minutos e adicionar 150 gramas das folhas secas de arruda. Tampar de deixar descansar por 10 minutos. Coar e tomar o chá duas ou três vezes ao dia.

Contraindicações e efeitos colaterais

O chá de arruda não deve ser consumido por crianças menores de seis anos e nem por mulheres gestantes. O uso contínuo do chá pode acarretar riscos de problemas ao fígado e aos rins.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.