Publicado por Redação

O balsamo alemão é uma planta que pertence à família das Crassulacea. No Brasil, sua utilização não está ligada a medicina natural e sim a ornamentação, sendo cultivada em jardins devido a sua beleza particular. Por esse motivo ela também é conhecida como cacto-da-abissínia, cacto-japonês e flor-da-abissínia.

Características físicas

O balsamo alemão pode atingir até um metro de altura. Ele possui raiz axial e caule suculento. Suas folhas são rajadas e carnosas, enquanto suas flores são campanulares, cor-de-coral ou rosadas, pendentes de uma espiga no ápice do caule. Para se desenvolverem, a planta prefere solos úmidos e semi-sombreada.

balsamo-alemao

Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Utilização

Sua origem é definida entre a África e a Ásia, porém, já está bem adaptada ao clima do Brasil. Apesar de, por aqui, não ter utilização medicinal, nos países anteriormente citados é indicada em casos de contusões, ferimentos, cortes, esfoladuras, além de possuir efeito analgésico e vulnerário.

Para todos esses propósitos, a parte da planta que é utilizada são as folhas, essas por sua vez, secas. Embora não exista comprovação científica em relação ao seu poder de cura, seu uso deve ser indicado por um profissional da área da medicina.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.