Publicado por Redação

O barbatimão, de nome científico Stryphnodendron barbatiman, é uma árvore que chega a medir entre 4 e 6 metros, nativa dos cerrados brasileiros, muito difundida nas regiões Norte, Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste. É também conhecida como yba timó, expressão indígena que significa “árvore que aperta”, devido à ação adstringente que possui. O caule e ramos da árvore são bastante tortos, com poucas folhas e é recoberta por casca de aspecto rugoso.

Barbatimão

Foto: Reprodução

Os povos indígenas foram os primeiros a utilizar a planta em seus rituais de cura, posteriormente este conhecimento foi passado aos caboclos e chegou aos centros de pesquisas atuais. Além dos usos medicinais, a planta também é útil na construção civil, na produção de sabão e a sua casca é bastante utilizada no curtimento de couro. Além disso, é utilizada na fabricação de sabonetes medicinais, nos tratamentos de casos de psoríase e outras doenças de pele.

Propriedades e indicações de uso

O chá de barbatimão possui propriedades adstringente, antifúngica, anti-inflamatória, antibacteriana, anti-hemorrágica, antisséptica, cicatrizante e tônica, sendo utilizado no tratamento de casos de inflamações do útero e ovários, hemorragia interna, cistos, miomas, blenorragia, corrimento vaginal, úlceras, feridas, afecções da garganta, colite, diarreia, hemoptises e hemorragia uterina.

Como usar o barbatimão?

O barbatimão é utilizado tanto internamente quanto externamente. Saiba como aproveitar os benefícios desta planta:

Uso interno

Receita do chá

Adicione duas colheres (sopa) de barbatimão para um litro de água. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição. Após esse período, retire do fogo e deixe repousando, com o recipiente fechado, por 10 minutos. Coe e está pronto para ingerir. Tome de duas a três xícaras ao dia.

Uso externo

Adicione uma colher (sopa) da casca em um litro de água morna, para utilização sob a forma de banhos, gargarejos, lavagens vaginais e uterinas.

Contraindicações

O uso do barbatimão requer alguns cuidados:

  • A casca do barbatimão não possui contraindicações, mas as sementes e vagens não devem ser usadas por gestantes;
  • O uso prolongado da tintura pode causar problemas à saúde;
  • As infusões não devem ser ingeridas por um longo período ou em excesso, pois pode ocorrer irritação gástrica.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.