Publicado por Redação

Cajepute é o nome popular da planta melaleuca leucadendra, ornamental e originária da Austrália, mas que pode ser encontrada nas Filipinas, nas Ilhas Moluscas, entre outras regiões. Pertencente à família das myrtaceae, este vegetal ainda é conhecido como árvore de óleo de cajepute, melaleuca, escovilhão e sete capotes. Perene, a árvore pode ficar entre 10 e mais de 25 metros de altura, e possui folhas pendentes com coloração verde brilhante. Seu tronco é esbranquiçado e a planta tende a impedir que outros vegetais cresçam ao seu redor. Cajepute, no idioma malaio, é uma palavra que significa árvore branca, vegetal este que é comumente usado na produção de cosméticos e perfumes, além da culinária.

Benefícios e propriedades

A planta contém princípios ativos que são alfa e beta-pipeno, limoneno, canfeno, 1,8 cineol, dipenteno, alfa-terpineol, beta-cariofileno, eucaliptol, butiraldeido, betulinas, taninos, aminoácidos e saponinas.

Entre suas propriedades, temos a ação analgésica, antisséptica, antibacteriana, antiespasmódica, antitérmica, carminativa, estimulante, expectorante, tônica e inseticida.

O vegetal, graças à essas propriedades, tem seus brotos, frutos e óleo extraído das folhas, cujos mesmos são indicados para o tratamento de infecções urinárias e intestinais, otites, nevralgias, dores reumáticas, doenças do sistema respiratório, apatia, desânimo, afecções do estômago, doenças da pele e picadas de insetos.

Cajepute

Foto: Reprodução/ internet

Como usar

O óleo essencial da planta pode ser usado como estimulante da mente para clarear ideias, reanimar e combater o desânimo, além de colocar mente e corpo em equilíbrio. Além disso, quando adicionado ao banho de banheira, ajuda a aumentar a sudorese, combatendo a gripe, ajudando na liberação das toxinas. Como inalação, pode ser usado no tratamento de doenças pulmonares e asma.

Para a inalação, coloque quatro ou cinco folhas da planta em água fervente. Cubra a cabeça com uma toalha sobre o recipiente com a mistura e inale até que o vapor pare. O escalpa pés ou banho pode ser eficaz no combate às doenças de pele, desânimo e apatia.

No passado, a planta era usada popularmente como pulverizador de ambientes, objetivando expurgar os insetos e percevejos. Já na aromaterapia, pode ser usada ainda como descongestionante e analgésico.

Contraindicações e cuidados necessários

É importante que o uso não seja feito concomitantemente com preparados que contenham óleo essencial. A planta, quando usada externamente, pode causar reações alérgicas.

É essencial que, antes de realizar o tratamento com medicamentos naturais ou industrializados, você consulte um médico profissional, objetivando saber se o tratamento é ideal para o seu caso e se não existem interações medicamentosas.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.