Publicado por Redação

O cipreste é uma planta muito conhecida no meio arquitetônico e decorativo, pois costuma fazer parte de diversos ambientes, jardins e cercas, dada sua beleza rara e facilidade de propagação – que se adapta aos mais diversos climas e recompõe-se rapidamente mesmo após sofrer uma queimada. A ramagem ereta e folhagem em tom verde claro são pontos importantes para se atentar e não confundi-la com cedrinhos. O que nem todos sabem é que, além de ser utilizado em decorações, o cipreste (conhecido também como cipreste italiano, cipreste comum e cipreste do mediterrâneo) possui poderosos efeitos medicinais, em especial para o tratamento de doenças circulatórias.

Propriedades e benefícios

Cipreste

Foto: Reprodução

O cipreste possui propriedades sudoríferas, antissépticas, sedativas, diuréticas, cicatrizantes, adstringentes, calmantes, restauradoras e desodorantes.

Seu uso proporciona a diminuição de retenção de líquidos e fluidos corporais, melhora vasos sanguíneos danificados, alivia sintomas de asma, menopausa, bronquite, espasmos, disenteria, gripe, febre, hemorroidas, hérnia, hemorragias, insônia, TPM, reumatismo, tosse, edemas, pressão baixa, fraqueza, varizes, congestão pulmonar, laringite, infecção urinária, cistites, câimbras, cólicas menstruais e fluxo menstrual excessivo.

Modo de usar o cipreste

Para obter os benefícios acima citados advindos de suas propriedades medicinais, o cipreste pode ser utilizado como chá através da infusão. Basta ferver alguns raminhos da planta numa chaleira juntamente com um litro de água, tampar e deixar repousar até que a temperatura esteja adequada para ser consumida. Ingira-o antes das principais refeições.

Para ter melhores noites de sono uma dica importante é consumi-lo em torno de uma hora antes de deitar-se, assim, os músculos irão relaxar, seus efeitos calmantes reduzirão a ansiedade e hiperatividade, até que se possa ter um sono tranquilo. Não é recomendável que o beba minutos antes de deitar para não ser acordado por suas propriedades diuréticas.

O uso do cipreste é contra indicado para gestantes, lactantes e mulheres que sofram de mastopatias. Caso tenha dúvidas sobre o consumo do cipreste ou sinta algum efeito indesejado que considere ser colateral, interrompa o uso imediatamente e busque auxílio médico.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.