Publicado por Redação

Essa planta é chamada cientificamente de Sicana odorífera, mas também é conhecida por cruá, melão-caboclo ou melão-caipira.

Da família botânica Cucurbitaceae, podemos encontrá-la com mais facilidade em países quentes ou então em lugares com altitude mais elevada, como Brasil, Caribe, México, Bolívia, Nicarágua, Colômbia, Guatemala, Paraguai, Costa Rica, Honduras, Panamá, Venezuela e Peru.

O cruá é uma trepadeira perene ou herbácea rasteira, de crescimento bem rápido, subindo em árvores, muros e tetos por meio de gavinhas que podem aderir firmemente à superfície lisa do tutor. Suas folhas são simples, irregularmente lobadas, hirsuto-pubescentes.

A planta é responsável por germinar flores em forma de urna, que podem tanto ser masculinas, como femininas. Elas costumam nascer solitárias e possui 12 cm de diâmetro, cinco pétalas e três estigmas.

A cruá é muito utilizada para combater vermes intestinais

A cruá também é conhecida por melão-caboclo ou melão-caipira (Foto: Reprodução | Wikimedia Commons)

Os frutos da cruá quando verde são largamente consumidos como legumes. Porém, depois de amadurecerem eles são doces e exalam um cheiro agradável.

Como cultivar a cruá

Se você quer plantar uma cruá saiba que ela se adapta muito bem a lugares onde a temperatura pode variar de 15 a 28 graus e em lugares que possuem uma altitude até 1.800 metros acima do nível do mar. O solo deve ter um pH entre 5 e 6,6 e não é preciso ser rico em minerais.

Veja também: Cuieira

Como utilizar o cruá

O crua pode ser consumido de diversas formas graças à sua versatilidade. Inicialmente, ele pode figurar os pratos salgados junto aos legumes.

Isso só pode ser feito quando o mesmo ainda está verde, fora do período de maturação. Depois disso, o fruto fica maduro e doce, o que serve para compor deliciosas sobremesas, sucos, licores, geleias e compotas.

Outro uso para a cruá é como planta decorativa. Na ornamentação, experimente deixá-la no seu quintal, pois devido ao aroma, ela vai impregnar o seu ambiente de um cheiro que lembra muito o maracujá.

Veja também: Crataeva

Propriedades e benefícios do cruá

Rico em cálcio, caroteno, fósforo, fibras, niacina, tiamina e vitamina C, o cruá é muito utilizado também pela medicina fitoterápica, a fim de aliviar alguns incômodos provocados por doenças.

Por exemplo, se você está com dores na garganta, experimente tomar o suco concentrado do cruá ou fazer um gargarejo do mesmo misturado com mel e própolis.

Outras partes da planta também são aproveitadas e não só os frutos. As sementes também funcionam muito bem no combate aos vermes e como auxiliar no trato do intestino.

Veja também: Cumaru

Para isso, prepare-as com água fervente e depois deixe 10 minutos com a tampa fechada. Coe e tome em seguida de duas a três vezes por dia.