Publicado por Redação

Conheça agora a cuipeúna, planta muito usada para ornamentação, mas também para fins medicinais. Veja suas propriedades, benefícios, forma de cultivo e suas características gerais. Veja isso e muito mais a seguir!

As plantas têm um poder enorme de cura e transformação. Se formos pesquisar, cada folha da nossa natureza tem alguma atuação positiva sobre o nosso organismo.

Por isso que a fitoterapia é um dos estudos mais antigos do mundo, pois bem antes dela ser chamada assim, já havia povos e culturas que se utilizavam das plantas em favor da saúde.

Atualmente, o uso das plantas é muito empregado não só na medicina alternativa, como também em estudo mais complexos. Dito isto, é bom que você conheça e saiba quais são as propriedades de cada planta. Conheça agora a Cuipeúna.

Cuipeúna: características, cultivo e curiosidades

A cuipeúna é usada para fins medicinais e para ornamentação

O nome científico da cuipeúna é Tibouchina mutabilis (Foto: depositphotos)

Chamada no meio científico de Tibouchina mutabilis, essa planta pertence à família das Melastomaceae e também é chamada de pau-de-flor, flor-de-maio, jaguatirão, jacatrão-de-capote e flor-de-quaresma.

A sua árvore é muito bonita e utilizada na ornamentação de parques e jardins. Seu uso fitoterápico é feito por meio da infusão das suas folhas e é indicado, sobretudo, para o tratamento de úlceras.

As características da planta são: floração duas vezes ao ano, uma no começo de cada ano e outra no outono. Possui copa densa, folhas verdes escuras e muitas flores. As flores podem variar nas cores vermelha, branca ou rosa.

Veja também: Cancorosa

Saiba como cultivar a Cuipeúna

A cuipeúna é muito utilizada em paisagismo. Ela atende bem a projetos de paisagismos de jardins de vários estilos, como: o tropical, contemporâneo, clássico e o japonês.

Ela também é indicada para ser cultivada em praças, calçadas, pórticos e parques. Sua raiz não é agressiva, por isso, não precisa de muito espaço para crescer.

Para cultivá-la com sucesso no seu quintal ou jardim, a primeira dica é que a planta deve ser cultivada exposta ao Sol e evitar lugares com sombras, mesmo que seja só durante um período do dia. O solo precisa ser fértil e você deve regar uma vez por semana.

Sempre quando acontecer a floração, faça uma poda e para ter melhores resultados, utilize adubo orgânico duas vezes ao ano e utilize também fertilizante mineral.

Veja também: Êritreia

Por ser totalmente brasileira, a Cuipeúna nasce principalmente em regiões de mata atlântica, em lugares próximos ao mar, como Rio de Janeiro e estados do sul do Brasil, como Santa Catarina.

Lembre-se sempre de manter o solo úmido para simular as regiões de mata atlântica de onde a árvore é originária. A única precaução é não encharcar demais o solo, para que a mesma não possa ter o seu desenvolvimento afetado.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.