Publicado por Redação

Com o nome científico de Cecropia peltata L. sendo designado a sua versão mais comum, a embaúba na verdade pode ser uma designação comum a diversas espécies de árvores, especialmente as do gênero Cecropia, capazes de alcançar até 15 metros de altura. Estamos falando de uma das mais antigas árvores da Mata Atlântica, que popularmente pode ser conhecida como ambaíba, bauva, bauna, imbaíba, ambaia-tinga, lija, palo, entre outros. É uma árvore que se adapta facilmente a tipos diversos de solo, podendo ser encontrada em várias regiões do Brasil. Seus ramos e caule são ocos, e seus frutos são atrativos para vários tipos de solo. Além disso, trata-se de uma planta com diversas propriedades medicinais benéficas para o organismo que a consome.

Embaúba

Foto: Reprodução

Propriedades

As principais propriedades da embaúba são: adstringente, antidiabética, anti-hemorrágica, antiasmática, antisséptica, analgésica, cardiotônica, cicatrizante, descongestionante, diurética, expectorante, hipotensora e tônica.

Indicações e benefícios

A embaúba é comumente indicada para tratar doenças do trato respiratório, como asma e bronquite, infecções respiratórias; pressão alta; disfunções menstruais, como amenorréia ou fluxo excessivo; diabetes; tosse; feridas e machucados na pele; coqueluche; tuberculose; alergias diversas; infecções cardiopulmonares; anúria; diarreia; dispnéias; erisipela; infecções do trato urinário; entre outros males.

É importante frisar, ainda, que a embaúba auxilia o processo de emagrecimento por suas propriedades diuréticas, responsáveis por eliminar toxinas e bactérias pela urina, além de evitar a retenção de líquidos, diminuindo assim o inchaço e parte do sobrepeso. No entanto, para que seja notável a perda de peso, o consumo da embaúba deve estar de acordo com uma alimentação balanceada e a prática regular de atividades físicas.

Curiosidade

Na Mata Atlântica a embaúba é uma planta muito procurada pelo bicho-preguiça, onde ele costuma descansar. Por essa razão ganhou o apelido de “árvore da preguiça”.

Modo de preparo

A embaúba pode ser consumida de duas formas: através de seu chá e de sua pomada. Para preparar o chá, lave bem as folhas da embaúba e leve ao fogo a quantia equivalente a duas colheres de sopa, juntamente com meio litro de água. Deixe ferver por dez minutos, e então abafe e desligue. Aguarde até que a temperatura esteja adequada para consumo, então coe e beba o chá entre duas e três vezes por dia, se possível antes das principais refeições.

Para o preparo da pomada de embaúba, ferva seus galhos triturados com banha por 15 minutos. Deixe esfriar e guarde em local fresco e na sombra, para aplicar no local afetado quando necessário.

Contraindicação

A embaúba é fortemente contraindicada para mulheres gestantes, pois pode causar aborto espontâneo ou má formação do feto.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.