Publicado por Redação

O estragão, de nome científico Artemisia dracunculus, é uma herbácea perene pertencente à família da Artemísia e originária da Ásia Central e do Sul do continente.  Trata-se de uma planta de cor verde-escura, com talo e folhas estreitas que se dividem em três pontas. É bastante raro que o estragão apresente flor, mas pode ter umas pequenas flores amarelas que formam um cacho.

Existem dois tipos de estragão: o verdadeiro (ou francês) e o falso (ou russo). É provável que o verdadeiro estragão tenha se originado do russo devido a uma “falha genética”, tendo o seu aroma realçado.

Os primeiros registros históricos da utilização desta planta datam de 2.000 a.C, na China. Posteriormente, o estragão foi introduzido na cozinha dos árabes e levado por eles até a Europa. Esta herbácea tem o uso bastante difundido na culinária francesa, onde faz parte da mistura fines herbes, juntamente ao cerefólio, a salsa e a cebolinha.

Neste artigo, saiba mais sobre as propriedades e os benefícios do estragão:

Usos

Estragão

Foto: Reprodução

As aplicações culinárias do estragão

O estragão é uma erva bastante importante na cozinha, tendo um uso bastante difundido na culinária francesa. A planta tem um aroma bem forte e específico, e o sabor de suas folhas é adocicado e levemente picante, similar ao do anis. Devido ao seu gosto acentuado, as folhas do estragão são excelentes no preparo de saladas, picles, molhos, vinagres, peixes e omeletes. É bastante utilizado no preparo dos famosos molhos (sauces) béarnaise, tartare e hollandaise.

O estragão também é usado para condimentar sopas, molhos, recheios, pratos de peixe, pratos de aves, carne de bovino assado e bifes. Por ter um aroma parecido ao de anis, a planta também combina com sobremesas feitas de maçã, por exemplo. Além disso, também acrescenta um excelente sabor a omeletes, espargos, caranguejo, ovos cozidos e cottage.

O uso terapêutico do estragão

Além do uso culinário abrangente, o estrago também possui propriedades que trazem benefícios à nossa saúde. As folhas desta planta possuem elevado teor de iodo, sais minerais e vitaminas A e C. Tem efeito diurético e anti-aterosclerótica, estimula o apetite, acelera a digestão, alivia a cólica menstrual e tem efeito tônico de uso geral. Lembre-se sempre que qualquer uso terapêutico deve ser acompanhado por um especialista.

 

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.