Publicado por Redação

O falso boldo (Plectranthus barbatus), também conhecido como boldo-da-terra ou boldo-de-jardim, é um arbusto perene que atinge de 1 a 2 metros de altura no máximo, possui folhas aveludadas e flores azuladas. Originário da Índia, o falso boldo pertence à família das Lamiaceae, a mesma família do manjericão, e não deve ser confundido com o boldo-do-chile ou boldo verdadeiro (espécie Peumus boldus Molina), que pertence a outra família.  Apesar de ambas as espécies apresentarem propriedades medicinais semelhantes, elas possuem características botânicas bastante distintas e princípios ativos diferentes.

Falso boldo

Foto: Reprodução

O falso boldo não exige muitos cuidados se for plantado em terreno arenoso e com a adição de adubo orgânico, no entanto, é indesejável para algumas pessoas por ser considerado um potencial invasivo médio, podendo ocorrer brotações pela raiz facilmente, além de ser de difícil retirada do terreno. A planta também tem o uso medicinal amplamente difundido no nosso país, sendo recomendado para tratar, principalmente, os males hepáticos e estomacais. Confira a seguir as propriedades e os benefícios proporcionados por este arbusto.

As propriedades do falso boldo

  • Calmante;
  • Tônica;
  • Cardioativa;
  • Carminativa;
  • Hipossecretor;
  • Colagoga;
  • Colerética;
  • Digestivo.

Os benefícios e as indicações de uso

Devido às propriedades medicinais que possui, o falso boldo traz benefícios nos tratamentos dos casos de asma, bronquite, gastrite, azia, mal-estar gástrico, diarreia, hepatite, fadiga do fígado, distúrbios intestinais, obstipação, ressaca alcoólica, cólica e congestão do fígado. Além disso, a planta é indicada como analgésico, estimulante da digestão e no combate à azia.

Como usar o falso boldo?

O falso boldo pode ser utilizado na forma de sumo ou tintura.

  • Sumo: Amasse duas folhas em um copo e complete com água. Tome 20 a 40 gotas no momento do incômodo ou até 3 vezes ao dia.
  • Tintura: Adicione 20 gramas da planta fresca em 100 milelitros de álcool. A indicação é a mesma para o sumo: 20 a 40 gotas na hora do incômodo ou até 3 vezes ao dia.

Contraindicações e cuidados

– Evitar em casos de úlcera e gastrite. Ao ser ingerido em doses elevadas, pode causar irritação gástrica;
– É importante ter cuidado quanto ao uso regular do chá de falso boldo, pois a ingestão excessiva pode causar danos à saúde;
– A planta é contraindicada para as mulheres grávidas, pois pode prejudicar o desenvolvimento do embrião e, consequentemente, provocar o aborto.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.