Publicado por Redação

Considerado uma das mais antigas plantas cultivadas no mundo, a fava teve o seu consumo difundido da Itália ao Egito e da Índia a China. No Brasil, a fava é mais comumente utilizada no Nordeste. É uma planta da família das Leguminosas e possui muitas propriedades benéficas para a saúde.

A fava é uma planta de poucos ramos e folhas compostas ovais arredondadas. O fruto, uma vagem, apresenta pequenos pelos e é viscosa.

Além de ser bastante utilizada na culinária, a fava também pode ser usada devido as suas virtudes terapêuticas. Nesse caso, elas são conhecidas por fava-do-brejo (fava vesca) e fava-de-cabalar.

Fava

Foto: reprodução/wikipedia

Propriedades da fava

Rica em amido, ferro, potássio, vitamina do complexo B e C, magnésio, ácido fólico, carboidratos, antioxidantes e fibras, a fava representa uma fonte de energia para o organismo. Devido a sua composição ela possui muitos usos terapêuticos. A forma mais indicada para o consumo da fava e integrando-a na sua dieta. Ela pode substituir o feijão ou em pratos específicos.

Entre os problemas de saúde que podem ser tratados pela fava, destaque para anemia ferropênica e hipócroma; combate doenças infecciosas; controle da pressão arterial; estabilidade da frequência cardíaca; diminui estresse e irritação; estimula a digestão; melhora o funcionamento do intestino; controla o colesterol; ajuda no tratamento de diabetes e estimula o crescimento.

Detalhando os benefícios da fava

Pelo que foi apresentado anteriormente, já deu para ver o quanto a fava é benéfica para a saúde. Para saber mais detalhes sobre a sua atuação no organismo, preste atenção nas explicações a seguir:

Radicais livres

A alta concentração de vitamina C que a fava apresenta funciona como um poderoso antioxidante. Sendo assim, ela elimina os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento e por propiciar o aparecimento de cânceres.

Saúde cardíaca

Devido a algumas substâncias presentes na fava, como o ácido fólico e o manganês, a síntese de glóbulos vermelhos do sangue é estimulado. Ela também melhora os níveis de açúcar no sangue e colesterol. Essa última função, porém, fruto da grande quantidade de fibras alimentares da fava.

Depressão

O aminoácido, conhecido como dopamina, ajuda e melhorar o humor, aliviando quadros depressivos.

Na gravidez

As mulheres grávidas precisam de ferro e cálcio. Sendo assim, nada melhor que poder contar com a fava para suprir a carência desses minerais no organismo. A constipação, que é bem normal durante a gravidez, também podem ser prevenida ou combatida com o seu consumo.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.