Publicado por Redação

O gengibre vem sendo muito usado como tempero em diversos alimentos. Com sabor peculiar, é adorado por muitos, mas também odiado por alguns. No entanto, com a quantidade de benefícios que apresenta, deveria ser inserido na alimentação de todos. De nome científico Zingiber officinale, o gengibre é uma raiz tuberosa nativa da Ásia que pode ser usada tanto na culinária como para fins medicinais.

Gengibre

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades

Também conhecido como mangarataia e mangaratiá, o gengibre possui uma substância em sua composição conhecida como gingerol. Esta possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que trazem benefícios como a proteção do organismo contra bactérias e fungos. Essa é a mesma substância que dá ao gengibre o seu sabor picante e tão diferente.

Rico em cafeno, felandreno, zingibereno e zingerona, o gengibre possui muitas ações benéficas para o organismo. Suas propriedades envolvem sua ação como termogênico, sendo eficaz, dessa forma, na potencialização da queima de gordura e na aceleração do metabolismo. Seu consumo vem sendo praticado por aqueles que desejam emagrecer. Rico ainda em vitamina B6, potássio, magnésio e cobre, o gengibre complementa a alimentação quando consumido diariamente em chás e como forma de tempero para alimentos.

Seu consumo é eficaz ainda no combate aos enjoos, gases, indigestão, perda de apetite, náuseas causadas por quimioterapias, auxilia na digestão de alimentos gordurosos e pode ser usada ainda no combate ao mau hálito, à cólica menstrual e a ressaca.

Com propriedade anti-inflamatória, o gengibre tem ação de alívio em dores musculares ou decorrentes de artrites, assim como no tratamento de infecções do aparelho respiratório.

Gengibre e o emagrecimento

Como citamos anteriormente, o gengibre é um alimento termogênico, ou seja, é um alimento capaz de aumentar o gasto calórico do organismo durante a digestão. Seu poder termogênico é maior se a digestão do alimento for mais difícil.

Além disso, o gengibre também aumenta a temperatura do corpo, aumentando a velocidade do metabolismo e consequentemente da queima de gordura. Foi comprovado que o gasto calórico, concomitante ao consumo de gengibre, pode aumentar em mais de 10%.

O gengibre para afecções da garganta

Por ser anti-inflamatório, o gengibre combate as inflamações, mas deve ser tomado com chá quente. Além disso, ele limpa o catarro, pois tem ação expectorante. Dessa forma, os chás com gengibre podem ser tomados para aliviar asma, tosse com catarro, infecções das vias respiratórias e bronquite.

Como consumir o gengibre?

O gengibre pode ser consumido como tempero de diversos alimentos, ou ainda como complemento de chás para aumentar os benefícios destes. O sabor é forte, e a quantidade a ser usada é de aproximadamente 2g raladas ou fervidas junto ao alimento ou chá.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.