Publicado por Redação

Com facilidade para crescer em lugares úmidos, principalmente às margens de rios e lagoas, a Japecanga é uma planta da família da Liliaceae. Seu caule é cilíndrico e armado de espinhos, raízes em tubérculos, folhas pontudas e ovaladas. Seus frutos são bagas e abrigam uma semente levemente achatada e arredondada, enquanto suas flores são bem pequenas e esbranquiçadas. É conhecida ainda como japucanha ou japicanga-miúda.

Planta japecanga

Foto: Reprodução

Os benefícios e propriedades da japecanga

Com propriedades depurativas e diuréticas, a japecanga é muito indicada para pessoas que sofrem de constantes infecções urinárias, cistites, herpes, acnes e espinhas, eczema, dores de estômago, úlcera, gastrite, sífilis e reumatismo. É capaz de lidar, aliviar e até mesmo curar estes males, pois limpa perfeitamente o organismo, eliminando as toxinas, bactérias, fungos e excessos através da urina. Para acnes, espinhas e infecções cutâneas é indicado utilizar a japecanga diretamente na pele através de compressas.

Quem deseja emagrecer também é beneficiado pela japecanga, já que ao eliminar urina mais vezes por dia e em quantidades maiores, há uma redução significativa de inchaço no corpo, fazendo a pessoa que o ingere regularmente sentir-se mais leve e aliviada.

Como utilizar a japecanga

A parte utilizada da planta para ser ingerida no organismo é a raiz. Assim, você pode triturá-la num liquidificador quando estiver bem seca, guardar num pote e usar seu pó para fazer o chá. Leve ao fogo uma chaleira com um litro de água, inclua duas colheres de sopa de japecanga e deixe ferver por 10 minutos. Quando estiver em temperatura ideal para ser consumido, coe, coloque a quantidade desejada de açúcar – sem exageros – e consuma 3 vezes por dia, antes das principais refeições.

Não há relatos de efeitos colaterais pelo uso da japecanga, nem contraindicações. No entanto, é importante estar consciente de que nenhum tratamento deve ser iniciado ou continuado por muito tempo sem orientações médicas. Mesmo ervas e plantas podem ter substâncias que se adaptam bem a um organismo e a outro não, assim, tenha um médico de confiança e o procure sempre que sentir necessidade.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.