Publicado por Redação

A jasmin é uma planta da família das Oleaceae e produz belíssimas flores conhecidas por seu perfume único. Muito usadas para presentear pessoas queridas, decorar ou aromatizar ambientes, estas são muito úteis ainda para fins medicinais.

De origem chinesa, a planta espalhou-se pelo mundo oriental, sendo usada em Okinawa, no Japão, como um chá comum e de consumo habitual. Lá, boa parte da população já passou dos cem anos, mas será que isso está relacionado com suas propriedades medicinais?

Jasmin

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades

A planta possui propriedades analgésicas, antioxidantes, antibacterianas, anti-inflamatórias, calmante, digestivas, cardiotônicas e diuréticas. É indicada para aliviar o calor da menopausa, melhorar a circulação sanguínea, recuperar-se de desmaio e falta de ar, tratar edemas, problemas nos rins, vertigens, entre outros problemas de saúde.

Devido às suas propriedades antioxidantes, o chá feito com essa planta ajuda a combater os radicais livres, combatendo o envelhecimento precoce e reduzindo as rugas, linhas de expressão e o desenvolvimento de tumores. Além disso, o consumo regular da planta reduz o colesterol ruim, além do risco de desenvolver cancros e prevenir o aparecimento de problemas cardíacos.

Ajuda ainda a combater toxinas e bactérias causadoras de males como diarreia, resfriados, gripes e cólera que algumas vezes afetam o organismo. Ela ajuda ainda a aumentar a imunidade, de forma que ajuda a evitar a contração de doenças.

O consumo da planta pode ajudar ainda a acelerar o metabolismo, sendo excelente para quem busca o emagrecimento, pois acaba eliminando maiores quantidades de calorias em um período mais curto. O chá de jasmin age ainda como um poderoso calmante, sendo indicado para aqueles que tem problemas com ansiedade e estresse, contribuindo para que as pessoas tenham melhor qualidade de vida e de sono.

Jasmin e a aromaterapia

Quando usada para aromaterapia, seu óleo pode ser usado para promover não apenas bens físicos, mas emocionais. O óleo é usado como relaxante, sedativo, indutor do sono, afrodisíaco, além de poder ser usado em meditações para despertar as sensações de harmonia e otimismo.

Como preparar o chá?

Você pode, ao invés de preparar um chá exclusivamente de jasmin, adicionar as folhas em chás tradicionais como o chá verde, o chá vermelho, o chá preto ou o chá branco. Quando estiver preparando, para cada meio litro de água, durante a fervura, adicione uma colher de sopa das pétalas de jasmin. Deixe ferver por mais cinco minutos e, em seguida, desligue e abafe a mistura. Ao amornar, coe e consuma o chá em uma quantidade de duas xícaras por dia – uma pela manhã e outra antes de ir dormir.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.