Publicado por Redação

Também conhecida como levítico, erva maggi ou ainda folhas de legística, o levístico é uma planta muito usada para fins medicinais. De nome científico Levisticum officinale, a planta pertence à família das Apiaceae, mesmo grupo do endro, da salsa e da angélica. Perene, a planta alcança os 60 cm de altura com talos verdes e ocos, folhas compostas e bem divididas e flores amarelas que se transformam em castanhas curvas e elípticas.

Nativa da Europa, a planta vem sendo usada há mais de 500 anos para fins medicinais e em temperos. Quando plantada em sementes, cresce bem, mas todas as primaveras podem ser colhidas mudas que devem ser transplantadas em solos ricos. Ao final de junho ou começo de julho, as folhas e talos podem ser colhidos. É muito usada na fabricação de alguns temperos, e pode ser encontrada à venda em lojas de produtos naturais, além de mercados naturais e farmácias de manipulação.

Benefícios e propriedades

Com propriedades afrodisíaca, diurética, anestésica, emenagoga, antilítica, cicatrizante, colerética, expectorante, tônica, colagoga e estomáquica, a planta foi usada desde a América Colonial para tratar icterícia e para limpar tumores.

Seu uso é indicado para tratamento de afecções do peito, amenorreia, cálculo renal, cistite, doenças esclerotizantes, dores da gota e do reumatismo, problemas do estômago e do fígado, feridas, hidropisia do coração, albuminuria, problemas no baço, catarro, dispepsia, dores de cabeça derivadas de insuficiência renal, inchaço edematoso nos pés, nefropatia, perturbação cardíaca relacionada aos problemas gástricos e intestinal, supuração, menostasia, obstrução mucosa dos órgãos respiratórios e suor mal cheiroso causado por insuficiência renal.

Levístico

Foto: Reprodução

Como consumir?

Na forma de decocção, a planta pode ser usada misturada ao banho para fortalecimento dos órgãos abdominais. Além disso, na forma de emplastro, é muito usada como cicatrizante em feridas mais complicadas que não cicatrizam.

As partes usadas para a infusão são as folhas, flores e raízes. Para isso, coloque duas gramas da raiz de levístico em um recipiente e reserve. Em outro, coloque 200 ml de água e leve ao fogo. Quando alcançar fervura, derrame a água por cima da raiz e tampe, deixando descansar por aproximadamente dez minutos. O consumo deve ser feito três vezes ao dia na quantidade de uma xícara por porção.

Contraindicações e efeitos colaterais

O consumo da planta é contraindicado durante a gestação ou fase de lactação, ou ainda em caso de disfunções ou inflamações renais agudas. Entre seus efeitos colaterais estão sua ação como hipertensivo, além de poder causar dermatite de contato e fotossensibilização.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.