Publicado por Redação

Também conhecida como pimenta chinesa e May Chang, a Litsea cubeba é uma planta com propriedades medicinais nativa do continente asiático, cultivada principalmente na China e na Malásia. A árvore é de pequeno porte e possui folhas e flores que tem um cheiro semelhante ao do limão. Seus frutos são semelhantes a uma pimenta, e dessa planta é extraído um óleo que possui inúmeros benefícios quando usado não somente na aromaterapia, mas como cosmético e no consumo.

Litsea cubeba

Foto: Reprodução

Benefícios e propriedades do óleo

Os principais componentes químicos da planta, responsáveis por seus benefícios e pelo seu aroma doce e cítrico com fragrância de fruta com um leve tom floral são o geraniol, linalol, cineol, limoeno e sabineno.

A planta e seu óleo possuem propriedades antissépticas, antidepressivas, adstringente, estimulante, relaxante e tonificante da pele. Pode ser usada para combater as dores musculares provenientes do estresse, além de minimizar problemas do sistema respiratório por ser considerado um bronco dilatador com ação antisséptica e antiviral. É usada ainda na medicina oriental como um medicamento natural para estabilização da frequência cardíaca e para regulagem da pressão arterial.

Além disso, quando usada na pele, fortalece-a regulando a produção de óleo e, consequentemente, atuando na redução e controle de acnes e eczemas. Além disso, pode ser usada ainda em massagens para melhorar a aparência das celulites e também como um perfume relaxante que deve ser aplicado antes de meditações. O óleo da planta age ainda como repelente natural que deve ser usado em uma ou duas gotas em velas aromáticas ou loções para o corpo.

Benefícios emocionais

A planta traz ainda alguns benefícios emocionais. Ela age como antidepressivo, estimulante e inspirador, criando um clima animado e benéfico emocionalmente. Para estes fins, pode ser usada em massagens ou ainda como essência aromática.

Precauções e contraindicações

O contato do óleo pode acabar causando irritações em peles mais sensíveis, por isso é importante usá-lo em baixas concentrações. Use sempre diluído e mantenha fora do alcance de crianças e animais. Procure sempre orientação médica antes de iniciar um tratamento com um medicamento, mesmo que este seja natural.

Dicas de como usar

  • Compressa: use duas ou três gotas em uma compressa úmida.
  • Banho de banheira: em uma banheira cheia de água, pingue até seis gotas de óleo diluído em óleo vegetal, leite ou álcool.
  • Gargarejo: coloque em um copo uma colher de mel, três gotas do óleo essencial e complete com água. Misture bem e faça o gargarejo sem engolir.
  • Inalação: em um recipiente com água quente, coloque entre três e cinco gotas do óleo, aproxime o rosto da bacia e cubra a cabeça com uma toalha. Mantenha os olhos fechados e inale o vapor por alguns minutos.
  • Massagem: coloque 30 ml de óleo vegetal ou loção cremosa e 15 gotas de óleo essencial em um recipiente e misture bem. Faça a massagem com essa mistura.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.