Publicado por Redação

A raiz tem origem na Cordilheira do Andes. E assim ficou conhecida entre os brasileiros por maca peruana. No Brasil é geralmente consumida em forma de pó, já em outros países pode-se achar em cápsulas. Ela chamou a atenção pelos benefícios encontrados, como: Fonte de vitaminas, minerais, proteínas, etc.

Ela é uma raiz que se parece com o rabanete e possui uma cor bege amarelada. O gosto é suave e um pouco adocicado. O maior objetivo no uso dela é na prevenção de doenças, auxilio em tratamentos e para as mulheres que querem perder peso, podem incluir ela no dia-a-dia.

Maca peruana

Foto: Reprodução

Benefícios

Rica em nutrientes se torna uma aliada e tanto para a saúde humana. Dentre os vários benefícios ela possui como os principais as fibras, o zinco, o cálcio, o ferro e as vitaminas A, C, D, E todas do complexo B. Ela é indicada para pessoas que tem problemas no coração, por possuir ômega 3 ajuda a controlar o colesterol e hipertensão.

O consumo dela evita a anemia, por causa do alto teor de ferro. Além de combater a osteoporose por ter mais cálcio até do que o próprio leite. Você tem o sistema de defesa do corpo fraco? Está na hora de adotar o consumo da maca peruana, pois ela fortalece o sistema imunológico. Se na sua família há pessoas que tem tendência serem diabéticos, ela proporciona a redução da absorção da glicose e, assim, previne a doença.

Pode ser facilmente encontrada em farmácias de manipulação e lojas que vendem ervas. Mas não compre sem antes consultar um nutricionista, pois só ele pode falar quais são as doses que você deve tomar.

Afrodisíaco

Não podíamos deixar de falar das curiosidades que ela possui. Sem dúvida um dos maiores destaques nos benefícios da maca peruana é o efeito afrodisíaco.  Observado os efeitos entre os homens entre 34 e 44 anos durante quatro meses, os resultados apontaram aumento na quantidade do sêmen e na contagem de espermatozoides. Além de que o consumo da raiz pode aumentar o desejo sexual e a redução do estresse e ansiedade.

Como usar?

É indicado o consumo de duas colheres da farinha por dia, que pode ser usada com sucos, vitaminas e frutas. Existem também as cápsulas, que devem ser ingeridas antes das refeições durante o dia. Mas lembre-se que o ideal é sempre consultar um nutricionista antes de fazer uso do produto.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.