Publicado por Redação

Pertencente a família das urticaceae, a planta de nome científico parietaria officinallis, é também conhecida pelos nomes de fura-parede, quebra-pedra, arrebenta-pedra, alfava-de-cobra, erva de nossa senhora e muitos outros. É rica em propriedades que garantem melhoras em determinadas doenças. Porém, antes de fazer uso deste remédio natural, é necessário saber como preparar e quais os cuidados que devem ser tomados no consumo.

Propriedades e benefícios da parietária

As propriedades desta erva variam muito, fazendo com que elas sejam utilizadas para tratar diversos problemas de saúde. Entre as suas ações no organismo estão adstringente, antirreumática, antiartrítica, anti-inflamatória, depurativa, diurética, emoliente, estimulante intelectual, expectorante, laxativa, refrescante e vulnerária.

Diante de todas essas propriedades, a planta pode ser um ótimo remédio contra afecções pulmonares e hepáticas, cálculos renais, artrite, bronquite, infecções urinárias, dermatoses, queimaduras e edemas. Além disso, é eficaz no tratamento de furúnculos, fissuras labiais e anais, úlceras e inflamações no geral.

Formas de preparar e usar o chá

O modo de preparo de parietária e a sua utilização vão depender de qual problema o consumidor quer tratar. Por exemplo, no caso da planta ser aplicada para combater afecções pulmonares, a infusão deve ser feita com 30 g do produto natural para cada litro de água utilizado. O modo de preparo é simples, basta despejar a água quente nas folhas e deixar o recipiente tampado por até cinco minutos. O ideal é tomar até umas três xícaras por dia. Essa receita é indicadas para os problemas internos do organismo.

Parietária

Foto: Reprodução/ internet

Já se o foco é acabar com as fissuras anais, ou outros problemas que afetam o corpo externamente, a dica é preparar um chá ainda mais forte. Para isso, utilize quatro colheres de sopa da erva e ferva junto com um litro de água. Espere até 15 minutos. Em seguida, espere o líquido arrefecer e depois é só fazer um banho de assento.

Contraindicações e cuidados essenciais

Mulheres grávidas ou em período de lactação não devem fazer uso da bebida feita com a parietária, isso porque o consumo pode trazer maléficos para a saúde do bebê. Chá de fura-parede também deve ser evitado por crianças e por pessoas que possuem algum tipo de alergia à plantas do seu tipo.

Mesmo sendo um elemento natural, é necessário alguns cuidados no consumo do chá desta planta. Desta forma, é recomendado que os pacientes não usufruam deste medicamento por mais de 21 dias. Caso contrário, o uso pode provocar polinose, que é uma alergia desenvolvida através do pólen das plantas. Além disso, é preferível a sua utilização em períodos curtos, pois o excesso pode resultar em uma desmineralização do organismo e em ações purgativas e tóxicas ao corpo.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.