Publicado por Redação

Planta da família Apocynaceae, a pervinca é muito utilizada com a finalidade de decorar ambientes, como formaturas, casamentos, festas de aniversários ou outras ocasiões que cabem uma decoração natural. Nativa da Europa, Ásia e África, ela possui dois dos elementos medicinais mais importantes encontrados em espécies de plantas nos últimos 40 anos, são eles: vincristina e vinblastina. Tais componentes são importantes na luta contra a ação de células cancerígenas.

Além de ser utilizada na decoração de eventos, esta planta possui muitas propriedades encontradas  em todas as suas partes. As substâncias que compõem a pervinca são eficazes no tratamento e prevenção de doenças que afetam o organismo humano. Antes de saber quais são os benefícios proporcionados por essa planta e entender os limites da utilização da mesma, conheça as características que fazem dela uma aliada da saúde humana.

Pervinca: história, descrição e propriedades

Desde a sua descoberta, a pervinca recebeu outros nomes, a exemplo: mandrake, vincapervinca, vinca-menor etc. É considerada uma planta tropical, pois consegue ser capaz de suportar diversos tipos de climas, como o subtropical e as temperaturas amenas. Todavia, não é um vegetal que suporte frios abaixo de 5 ºC.

Quando o assunto é seu crescimento, esse vegetal também é diversificado. Isso porque ele se desenvolve bem em florestas, beiras de estradas, margens de rios e em outros lugares de áreas comuns, principalmente tratando-se da Europa Central e Meridional. Além disso, possui diversas colorações em suas pétalas, variando entre lilás, branco, vermelho e rosa. Já as folhas são de cor verde, em tons brilhantes e fortes.

Pervinca

Foto: Pixabay

Sobre as propriedades medicinais desta planta, pode-se dizer que são responsáveis pelos benefícios que a pervinca provoca no organismo humano. Entre essas ações, vale destacar a adstringente, analgésica, bactericida, digestiva, laxativa e hipotensiva. Há também indícios que os princípios ativos da vinca-menor estão ligados ao efeito antidiabético, porém, ainda existem dúvidas a respeito deste assunto.

Benefícios proporcionados pela planta

Vinca-menor é indicada em casos de perturbações circulatórias cerebrais, anemia, fluxo menstrual excessivo e ainda estanca hemorragias da boca ou do ânus. Além disso, esta planta pode ser usada no tratamento de perdas de memória, vertigens, enxaquecas, fragilidade capilar e problemas de anginas. A pervinca atua para melhorar os processos de digestão e também influencia na melhora de afecções urinárias.

Mesmo com todos esses benefícios, a planta ainda está sendo considerada anti-cancerígena, devido à presença de duas grandes e importantes substâncias que possuem esse efeito. Vale ressaltar também que estudos estão sendo levantados sobre a ação antidiabética que a vinca-menor possui. Mesmo sem respostas precisas, os pesquisadores estão confiantes.

Contraindicações e precauções sobre o uso de pervinca

Mesmo não havendo relatos de mortes por envenenamento com esta planta, é necessário que o consumidor procure um médico especialista e o questione sobre qual a dose correta para cada caso. Uma superdosagem pode causar uma queda na pressão arterial e também problemas relacionados à liberação do leite materno. Desta forma, mulheres grávidas ou em período de lactação não devem utilizar a pervinca.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.