Publicado por Redação

Essa é uma planta indiana, por isso são encontradas nos solos áridos e arenosos do Mediterrâneo. É usada para prisão de ventre e também como laxante. A erva mede aproximadamente 50 cm e possui flores brancas, acopladas em espigas na ponta de hastes. As sementes são parecidas com pequenas pulgas. Grandes quantidades de fibras são encontradas nas cascas das sementes e nas outras partes não foram achados fins medicinais. O nome científico é Plantago psyllium L.

Psyllium

Foto: Reprodução

Como usar?

Sendo usado como laxante, é altamente indicado em casos de constipação crônica (quem sofre com esse problema geralmente se queixa de sintomas como esforço a evacuar e sensação de entupimento e dificuldade na passagem das fezes), hemorroidas, gravidez, pós-operatórios e etc. A planta pode ser usada em dietas de emagrecimento, sendo ingerido antes das refeições ajuda na saciedade.

Os médicos receitam a utilização de uma colher de chá da planta com água ou até em suco, apenas uma vez ao dia. Como também pode ser jogado por cima de frutas ou de saladas de frutas. Se for consumido logo de manhã, em jejum, contribui no processo de emagrecimento e laxante, assim como baixar as taxas de colesterol, pois contém algumas fibras solúveis, que incluem as da aveia e cevada. Daí surge a importância de misturá-lo aos alimentos que são consumidos diariamente.

Observações

As sementes são recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para tratar a restauração do movimento do intestino. O psyllium loiro é melhor do que o preto. O remédio está na lista dos oferecidos no SUS, aqui no Brasil. A lista possuía 810 itens como, por exemplo, medicamentos, vacinas, remédios fitoterápicos e etc. Pode ser achado em farmácias.

Contraindicações

É indicado ler a bula do remédio logo na compra, pois pode causar reações alérgicas. Não deixe de fazer isso se você tem doenças inflamatórias no sistema gastrointestinal, obstrução intestinal ou úlceras.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.