Publicado por Redação

Quem nunca sentiu ardência ao urinar, dores na bexiga e ouviu de um conhecido “toma chá de quebra-pedra que passa”? Com o nome científico Phyllanthus niruri L., a planta quebra-pedra é uma das mais populares e comuns no território nacional. Originária da Ásia e Europa, ela é facilmente encontrada, já que costuma nascer até mesmo nos espaços entre pedras e entulhos, sendo comumente encontrada entre fendas de muros, em quintais e calçadas. Em algumas regiões a quebra-pedra é conhecida como saífraga, arranca-pedras, quebra-panela, erva-pomba, conami, pimpinela branca, saúde-da-mulher e fura-parede. Por possuir excelentes propriedades medicinais – algumas que podem ser subentendidas em seu nome – a planta acaba se tornando um conselho de geração para geração, perdurando em nossa cultura já por centenas de anos.

Quebra-pedra

Foto: Reprodução

Propriedades

A planta quebra-pedra possui as seguintes propriedades: analgésica; adstringente; anti-inflamatória; antidiarreica; antiblenorrágica; anti-infecciosa; anticancerígena; diurética; desobstruente e relaxante.

Constituintes

Encontra-se na constituição da planta quebra-pedra: ácido linoleico; astragalina; compostos fenóicos; derivados flavonicos; estradiol; esteroides; flavonoides; fisetina; glicosídeos; hipofilantina; linolênico; lignanas; nirurina; quercetina; rutina; ricinoleico; triterpenóides; triacontanal e vitamina C.

Benefícios

A principal enfermidade comumente tratada ou aliviada pela planta quebra-pedras é o caso de pedras nos rins. Os cálculos renais são eliminados após determinado período de ingestão do chá, que possui fortes propriedades diuréticas. Edemas nefríticos, infecções urinárias e cistites também são aliviadas e tratadas pelo consumo do chá de quebra-pedra. Suas fortes propriedades diuréticas propiciam uma espécie de “limpeza” no organismo, onde toxinas e bactérias são expelidas pela urina, levando consigo o que tem prejudicado o corpo, especialmente o trato urinário.

Além de solucionar problemas do sistema urinário, a planta quebra-pedra também alivia infecções respiratórias, infecções de garganta, tosses constantes, catarro e distúrbios do trato respiratório. Bactérias, vermes e fungos em geral são comumente expelidos do organismo após o consumo da planta quebra-pedra, aliviando males por eles causados como aftas, diarreia, conjuntivite, entre outros.

Distúrbio na próstata, gangrena, falta de apetite, amenorreia, gota, inchaços, ácido úrico elevado, diabetes, alergias, distúrbios no fígado e outros problemas podem ser controlados e aliviados após o consumo da planta.

Contraindicações e efeitos colaterais

O consumo do chá ou qualquer outro extrato da planta quebra-pedra é contraindicado para gestantes, lactantes e crianças.

Por ser uma planta que possui fortes substâncias, é contra indicado que seu consumo dure mais de 21 dias, podendo causar intoxicação. É válido frisar que todo e qualquer tratamento medicinal – natural ou não – deve ter acompanhamento médico adequado.

Como preparar o chá de quebra-pedra?

Separe 10g de folhas de quebra-pedra e lave bem. Deixe secar e então, numa chaleira, leve ao fogo juntamente com 1l de água filtrada. Permita ferver por 10 minutos e então desligue. Com a temperatura agradável para consumo, coe e beba. Recomenda-se a ingestão de 2 a 3 xícaras de chá de quebra-pedra por dia.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.