Publicado por Redação

A salgueirinha, de nome científico lythrum salicaria L., é uma herbácea ou sub arbusto que apresenta o caule reto com cerca de 1,80 metros de altura, ramificada na base e talos quadrangulares. Também conhecida como erva-carapau, salicária e salgueira, esta planta é pertencente à família litraceeae e é nativa da Eurásia, sendo encontrada nas margens de rios e zonas úmidas com ampla distribuição a nível global. Possui flores com tom rosa-púrpura e que se agrupam em espiga. A floração ocorre entre os meses de abril e agosto.

Nos Estados Unidos, a salgueirinha é considerada uma planta invasiva; em Portugal, encontra-se distribuída por todo o país, embora não seja excessivamente abundante.

Propriedades e benefícios da salgueirinha

A salgueirinha contém os seguintes princípios ativos: taninos, pectina, mucilagens, flavonoides, antocianinas, dentre outros. As propriedades desta planta incluem a sua ação adstringente, cicatrizante, antidiarreica, emoliente, vulnerária, resolutiva, pulmonária e tonificante.

Planta salgueirinha

Foto: Pixabay

Devido às suas propriedades terapêuticas, a salgueirinha é muito utilizada em tratamentos reumáticos e de coluna. Além disso, esta planta também é muito útil em casos de problemas intestinais como diarreias, inflamações e colite. A salgueirinha também pode ser utilizada para tratar gastrenterites, disenterias, úlceras varicosas, feridas infectadas, eczemas e dermatoses.

Como utilizar a salgueirinha?

O uso mais comum da salgueirinha é por meio da infusão de duas colheres de sopa da planta para um litro de água. A posologia é de até três xícaras deste chá ao dia.

A infusão da salgueirinha serve para tratar diarreias, gastrenterites, disenterias e colites; e lavagens e irrigações vaginais também podem ser feitas com o chá para combater a vaginite, leucorreia e metrorragias. A decocção de 100 a 150g da planta e sua aplicação em compressas também pode servir para combater úlceras varicosas, feridas infectadas, eczemas e dermatoses.

Cuidados

Lembre-se que todo medicamento, inclusive o natural, apenas deve ser utilizado sob orientação médica.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.