Publicado por Redação

Com o nome científico de Thuja occidentalis, a tuia é uma árvore muito parecida com o cedo, naturalmente bela e ornamental, o que a faz ser muito procurada em épocas festivas como o Natal para enfeitar residências e outros locais. Pertencente à família das Cupressaceae, no que depende da região a tuia pode receber outros nomes populares, como cedrinho, pinheiro de cemitério, ciprestes, tuia americana e árvore da vida. É originária da América do Norte (mais especificamente do estado da Virgínia), e veio para o Brasil com a finalidade de planta ornamental, adaptando-se bem no solo mais alto do sudeste e sul brasileiro. Com o passar do tempo, descobriu-se que a tuia não é apenas mais uma bela planta que pode ser utilizada para fins decorativos, mas que ela também possui importantes propriedades medicinais extremamente benéficas para o organismo humano.

Tuia

Foto: Reprodução

Propriedades e princípios ativos

As principais propriedades contidas na planta tuia são:

  • Adstringente;
  • Antiasmática;
  • Anti-helmíntica;
  • Anti-hemorroidal;
  • Antirreumática;
  • Antiverrugosa;
  • Emenagoga;
  • Expectorante.

Já os princípios ativos que tornam possíveis a existência das propriedades citadas são:

  • Alfa-pineno;
  • Borneol;
  • Fenchona;
  • Flavanóides;
  • Glicosídeos de kenferol;
  • Óleo essencial com 60% de tuyona;
  • Quercetol;
  • Taninos.

Benefícios

O benefício mais conhecido causado pela tuia é a redução – e em alguns casos até mesmo a eliminação – de verrugas. O tratamento é realizado com a tintura da tuia aplicada de maneira direta no local afetado.

Outros benefícios são: alívio de hemorroidas, transtornos menstruais, asma, enfisema, catarros bronquiais, vermes, psoríase e outras doenças de pele, reumatismo e hiperplasia benigna da próstata.

Modo de preparo

Você encontrará ramos de tuia prontamente limpos e triturados em farmácias e lojas de produtos naturais. Leve ao fogo o equivalente a uma colher de chá dos ramos da planta, juntamente com uma xícara de água. Coe e beba o chá quando amornar, pela manhã. Repita o procedimento no fim da tarde, tomando duas xícaras por dia.

Contraindicações

Por ser um produto tóxico, o consumo da tuia é contraindicado para gestantes e lactantes, e em hipótese alguma deve ser consumido por qualquer indivíduo em grandes doses ou por períodos prolongados. Seu consumo deve sempre ser orientado e acompanhado por um médico especialista.

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.