Publicado por Redação

A variedade de plantas e ervas dotadas de propriedades medicinais para a saúde humana é vasta e bastante dinâmica, compreendendo inúmeras espécies as quais possuem os mais diversos benefícios ao corpo e a cada um dos órgãos que dentro dele funcionam, e lógico, atuam para combater e tratar os mais variados tipos de enfermidades e problemas capazes de afetar a saúde humana.

É válido que cada uma dessas espécies possuem características e habitat próprio, além, claro, de efeitos benéficos distintos. Uma dessas ervas benéficas, por sinal, leva o nome de urtigão. Já ouviu falar? Se não, aqui no Benefícios das Plantas você pode descobrir e entender mais sobre esta planta.

Características do urtigão

Dotada de sementes tóxicas, a planta urtigão carrega como nomenclaturas similares as expressões de cansanção, urtiga-mansa, urtiga-brava e urtiga-vermelha. A mesma, inclusive, pertence ao grupo familiar das urticaceae.

Urtigão

Foto: Reprodução/ Blog Sustentabilidade Comunitária

Suas partes utilizadas mais comumente para decocção são as folhas jovens, rizoma e raízes. Já os seus princípios ativos correspondem ao acetilcolina, histamina, nitrato de potássio, ácidos gálico, ácidos fórmico, caroteno, enxofre, cálcio, potássio, vitamina C, tanino, silício e magnésio.

Propriedades medicinais

Vegetal indicado para tratar problemas como hidrocefalia, infecções micóticas da pele, leucorreia, menopausa, queda de cabelos, psoríase, picadas, tinha, úlceras, urticária, afta, afecções de pele, amenorreia, anúria, ciática, diarreia, disúria, edema, enurese, epistaxe, erisipela, feridas e gota, o urtigão possui as seguintes propriedades medicinais:

Adstringente
Anti-inflamatória
Antirreumática
Antianêmica
Antidiabética
Anti-hemorroidária
Antissifilítica
Anti-hidrópica
Depurativa
Diurética
Galactagoga
Hemostática
Revulsiva

ATENÇÃO: Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo. Todo procedimento deve ser acompanhado por um médico ou até mesmo ditado por este profissional.