Publicado por Redação

O nome científico do cordão de São Francisco é Leonotis nepetaefolia. Ele também é conhecido por tolonga, cordão-de-frade-verdadeiro, cauda-de-leão, pau-de-praga, rubim, cordão-de-frade e cordão-de-frade-pequeno.

Essa planta é natural da Índia e da África. No Brasil, se adaptou muito bem, principalmente na área litorânea do país e em lugares mais secos.

Os princípios ativos presentes no cordão de São Francisco são: leonitina e trimetoxicumarinas. Além disso, a erva possui cumarinas, glicosídeos, cafeína, flavonoides e óleo essencial.

Benefícios do cordão de São Francisco

Por conta desses princípios, as propriedades indicadas do cordão de São Francisco são: expectorante, cicatrizante, estomacal, diurético e tônico.

O nome científico do cordão de São Francisco é Leonotis nepetaefolia

Essa planta consegue tratar problemas respiratórios (Foto: depositphotos)

Suas indicações são para problemas respiratórios, como tosse, bronquite, catarro e asma. Ele também é recomendado para pessoas que têm anemia, febre, fraqueza, úlcera e reumatismo. Outros incômodos também podem ser amenizados como contusões e espasmos com o uso moderado do cordão de São Francisco.

Veja também: Cumacaa

Partes usadas da planta

Todas as partes da erva podem ser utilizadas na fitoterapia, mas nem todas as pessoas podem fazer uso da planta, como aquelas que têm problemas com a coagulação do sangue.

Isso ocorre por conta de um estudo que foi feito utilizando animais, no qual o consumo do chá ou tintura do cordão de São Francisco aumentou a força dos músculos do coração.

Entretanto, não há estudos relacionados à cura de doenças em humanos. Todas as indicações de consumo da erva vêm da sabedoria popular e de análises sobre a composição da planta.

Por isso mesmo você só deve fazer uso dessa planta com a orientação do seu médico. Jamais consuma por conta própria nenhum tipo de medicamento, mesmo que o mesmo seja fitoterápico.

Outra recomendação é que você não deve substituir nenhum remédio de uso contínuo sem antes ter a liberação de um profissional especializado.

Veja também: Cravo de defunto

Como fazer o chá do cordão de São Francisco

Para fazer o chá do cordão de São Francisco, você deve adquirir as folhas secas em lojas de produtos naturais. Coloque no fogo um litro de água com duas colheres (de sopa) das folhas da erva. Quando a mistura começar a ferver, espere dois minutos e, em seguida, desligue o fogo. Mantenha a panela com tampa a fim de apurar por uns 10 minutos.

Depois de coar, você pode tomar duas ou três xícaras do chá do cordão de São Francisco por dia.